Analytics
Beauty Airlines Menu

Cabelo / Hair

Permalink:

Cabelos Trend alert: Shag (sim, está de volta!)

Era uma vez o corte de cabelo Bob que cresceu, ganhou alguns centímetros e mudou o nome para Lob. O Lob, apesar de prático e giro, sentia-se sem personalidade, apenas visto como a versão menos posh do penteado que o criou. Vai dai, encheu-se de camadas, franja e movimento e puff… nasceu o Shag. A verdade é que mesmo esta história sendo imaginária (e uma pura demonstração da versatilidade do crescimento do cabelo entre penteados), o karma não dorme: este Verão o reinado do Bob foi está ameaçado pelo Shag. 

Se o nome não lhe diz nada pense em Mick Jagger. Em anos 70. Em Rachel da série Friends (mais penteadinho, sim). Pense na fase sensual de Taylor Swift ou naquele corte cool que Alexa Chung usou por uns tempos. Pense em rock’n’roll e em sprays texturizantes.

O Shag funciona com todos os tipos de cabelos e texturas, diferindo em comprimento, camadas e comprimento e estilo da franja (mais ou menos aberta conforme o formato do rosto). Sim, o Shag tem muito de ‘podia ter sido você a cortá-lo em casa’, mas também tem uma dose de ‘acordei assim’ e ‘sou sexy’ que nos fazem ponderar umas quantas tesouradas.

Uma dica para que tudo corra bem entre si e o Shag?

Deixe as camadas compridas o suficiente para as conseguir colocar atrás das orelhas.
E, como no resto: divirta-se! 

Mais inspirações de cortes, cores e penteados:

 

Instagram // snapchat // youtube // bloglovin

  • Obrigado por deixar um comentário. Os códigos HTML permitidos são strong, code, e href.

Permalink:

Trend alert: slick back hair / cabelo puxado para trás

Podemos sempre contar com as passerelles para nos dar a volta à cabeça e esta estação não é diferente. Uma das grandes tendências avistadas nas maiores semanas de Moda para o verão 2017 é o slick back hair ou cabelo puxado para trás, em tradução literal (e a única que me ocorre. Sugestões?). Vimo-lo na Balmain, como se acabados de sair a piscina. Em Paco Rabanne chegou com variações de cor. Em Stella McCartney veio menos molhado que os restantes, mas ainda mais cool. O meu preferido? Jason Wu, combinado com umas gigantescas argolas douradas e um batom vermelho. Trashy mas classy.

Óleo, gel, mousse, cremes – tudo é válido para atingir o look slick back, disseram quase em coro os cabeleireiros das fahsion weeks. Mas como trazer um look tão… especifico (?) para fora das passerelles? Felizmente as celebridades são exímias em transformar missões impossíveis em visuais que queremos taaanto copiar. E com o slick back não é diferente! Há anos que as VIPs usam o cabelo molhado e penteado para trás nas red carpets, principalmente quando querem dar destaque ao rosto. Ou tornar a sua roupa sexy em ultra mega estupidamente sexy (é só ver a galeria acima).

Se querem aumentar a dose de sensualidade no vosso look, experimentem o slick back. E nunca mais olhem para trás. 😉

More on:
Instagram // snapchat // youtube // bloglovin

  • Obrigado por deixar um comentário. Os códigos HTML permitidos são strong, code, e href.

Permalink:

MODA LISBOA Boundless: street style beauty FW 17

Os looks de Beleza da Moda Lisboa Boundless, do próximo Outono/Inverno, já foram explorados aqui neste post: ModaLisboa Boundless: Best of Beautyo  mas não foi só em cima da passerelle que vi coisas bonitas: pela lente da Tania Braukamper escolhi também os visuais (alguns off-runway, outros de puro street-beauty) que me fizeram tomar notas, quer pela simplicidade, quer pela frescura ou… originalidade.

 

Instagram // snapchat // youtube // bloglovin

 

 

 

 

 

  • Obrigado por deixar um comentário. Os códigos HTML permitidos são strong, code, e href.

Permalink:

Os 5 melhores penteados sem calor do Pinterest

 

Hoje em dia não são só as passerelles a lançar as tendências. Há as revistas, os blogues, os Instagrams, as Kardashians e sim, o Pinterest. Todos os anos a rede social lança fumo branco sobre aquilo que vamos andar a usar nos próximos tempos, o que inclui também a Beleza. Para 2017 uma das grandes apostas (ou buscas, neste caso) são os penteados sem calor (no-heat hairstyles, facilita caso queiram procurar). Isto é, sem uso do secador, placa e tantos outros utensílios que, apesar de lifesaving (e changing) levam horas e trabalho e muitas vezes acabam por danificar os fios. E o que mais se quer e precisa num mundo onde ‘tempo’ é a palavra que melhor define luxo? Soluções à mão de semear. Truques que nos façam ficar (ainda mais) bonitas sem que nos doa a cabeça. Penteados que não nos aumentem a conta da luz. E eu reuni os cinco melhores penteados sem calor para que as minhas lindas Beauty Airlines não percam tempo. Nem sequer a fazer enter. 😉

Para outro tipo de penteados mais ‘quentes’:

 

More on:
Instagram // snapchat // youtube // bloglovin

  • Obrigado por deixar um comentário. Os códigos HTML permitidos são strong, code, e href.

Permalink:

7 penteados de SS17 para usar JÁ!

Se, tal como a mim, também as tendências de Inverno já vos parecem vintage, então está na altura de mudar. Estou desconfiada que é essa a razão pela qual as passerelles da temporada seguinte são anunciadas tão cedo… 😉 Seja o motivo um desejo extremo de renovar o visual ou uma tentativa de chamar o calor um pouco mais cedo, estes são os penteados das passerelles de SS17 que pode começar o test drive em 3,2,1… já!

Mulher prevenida vale por 2 – ou 7 que são o número de looks de SS17 que vos dou a provar. Quero ver resultados ASAP!

Instagram // snapchat // youtube // bloglovin

  • Obrigado por deixar um comentário. Os códigos HTML permitidos são strong, code, e href.

Permalink:

O corte de cabelo deste verão: Bob haircut

 

Desde que apareceu, por volta dos anos 20, Bob deve ser o nome masculino que mais dá a volta à cabeça das mulheres… Um dos estilos de penteado mais famosos de sempre, de tempos a tempos vemos uma enchente de cortes curtos pelas passadeiras vermelhas (e não só). E esta estação antecipa-se uma das suas épocas áureas.

Cada vez mais diferenciado do modelo original mas com denominadores comuns, o corte ganha outras versões. Mais modernas e platinadas, ao estilo de Taylor Swift, ou mais habituais, como vemos em Kylie Jenner (até voltar a colocar uma das suas infames perucas…). Se procurava ideias para uma mudança não tão radical de look (afinal, um clássico é um clássico) que tal chamar pelo Bob este Verão?

Qualquer Bob desta galeria será um bom partido para o seu cabelo. 😉

Instagram // snapchat // youtube // bloglovin

For english click below

Continue reading…

  • Inês

    Acho que fica tão bem a algumas mulheres, ainda não tive coragem de o fazer a mim, por enquanto opto pelo lob. 🙂

    beijinho,
    Moi by Inês

  • Obrigado por deixar um comentário. Os códigos HTML permitidos são strong, code, e href.

Permalink:

Root concealers: os melhores produtos de retoque de raízes

Fui à raiz do problema e encontrei os melhores produtos de retoques capilares. Ou root concealers, que é o nome meio que ‘oficial’, e uma forma mais composta de dizermos que não tivemos tempo de ir ao cabeleireiro. Perdoem a falta de glamour mas, como já devem ter reparado, sou fã de soluções rápidas e práticas (embora nunca vire costas a um La Mer…).

Os root concealers são uma espécie de champôs secos com cor mais ou menos da mesma forma que os BB cream são cremes hidratantes com cor. Disfarçam a diferença de tons no cabelo e a maioria também os cabelos brancos. Este tipo de produto está na lista de preferidos daquelas minhas amigas a quem começam a aparecer os primeiros e não sabem lidar com o assunto. Tipo eu. 

Os sprays de retoque de raízes aplicam-se a alguns – 10, 15 – centímetros do cabelo (mas nada como consultar as informações das embalagens) e habitualmente saem com uma lavagem. Cuidado ao mexerem no cabelo com o produto aplicado pois pode manchar as unhas e… denunciar-se a meio de uma reunião de trabalho (been there, done that…).

E não podia terminar este artigo sem confessar que, antes de trazer um stock destas coisas de cada vez que ia a NY ou Londres, aplicava máscara de pestanas castanha mas como tinha poucos cabelos brancos, era uma operação cirúrgica. Sou uma mente beauty aberta… Já alguém experimentou outras técnicas? Quais os vossos truques capilares?
Façam tag aos vossos truques com #BeautyAirlines e mandem perguntas com #OhSusana, na minha última foto de instagram. 😉

More on
Instagram // snapchat // youtube // bloglovin

  • Obrigado por deixar um comentário. Os códigos HTML permitidos são strong, code, e href.

Permalink:

Hair hacks: penteados de red carpet por menos de 1€uro

Às vezes tudo o que precisamos para ser uma estrela de Hollywood é… de um elástico básico para cabelo? Um daqueles que usamos para ir ao ginásio ou lavar a cara à noite? Aqueles que emprestamos a uma amiga e nunca mais vemos? Aqueles que compramos um pack de 10 a 50 cêntimos? Como assim?

Yep, leram bem. Um elástico e umas mãos mais ou menos habilidosas. É isso mesmo e reuni as fotografias certas para vos provar que com um pouco de imaginação e engenho a passadeira vermelha (e a dose certa de laca) é o limite. Cinco aparições célebres onde o elástico de cabelo serviu de prato principal.

Tudo isto porque Jennifer Lopez (alguém me diz o segredo desta mulher para estar melhor a cada ano? e a marca do iluminador, please?) apareceu nos People’s Choice Awards há uns dias com um rabo-de-cavalo que escondia uma surpresa muito especial. Adivinharam, um singelo elástico que de repente deu por si nas listas de artigos mais vistos da web. Parecia que o mundo nunca tinha visto um elástico de cabelo… Mas entendo: nem todos os dias temos à mão de semear o mesmo acessório que a A-list.
Agora só falta a conta bancária. 🙂

Quais os vossos truques capilares VIP? Façam tag aos vossos truques de beleza com #BeautyAirlines e, se tiverem alguma pergunta, usem #OhSusana. 😉

More on:
Instagram // snapchat // youtube // bloglovin

 

For english click below

Continue reading…

  • Obrigado por deixar um comentário. Os códigos HTML permitidos são strong, code, e href.

Permalink:

Micro trend: cabelo blorange / blorange hair

A primeira metade de 2017 ainda não acabou e não só já deitámos por terra metade das nossas resoluções como também já temos uma nova cor fétiche para os cabelos. É laranja? Vermelho? Vejo ali um toque de cor de rosa? Escusa de debater este tom como se fosse ‘o’ vestido outra vez. Chame-lhe simplesmente blorange.

Para ser exacta, o blorange nasceu ainda em 2016 da ‘maternidade’ das tendências mais atuais, isto é, o Instagram. A modelo Georgia May Jagger disse bye-bye ao banal loiro e deu luz laranja ao blorange. Sedentas de outra cor que fosse digna de substituir o badalado cinzento, as beauty addicts não tiveram outra hipótese senão aderir em massa. (Acho que já deu para perceber que os tons pêssego são os vencedores do novo ano. Desculpa, Greenery!).

Vantagens desta nova tonalidade? Não só favorece todos os tons de pele, como a maioria das cores alaranjadas, como é de fácil aplicação e manutenção. Mesmo mais ‘esbatido’ e com algumas variações do original, vai sempre ser bonito. 😉

Resumindo e concluindo, o blorange é a última invenção do mundo da Beleza e o escape veraniano ideal aos ombrés que, sinceramente, já enjoé… Quem já está a caminho do cabeleireiro?

Eu já passei pela Academia da Schwarzkopf e entreguei os meus tímidos louros às mãos da querida Liliana, a expert da marca em coloração. Os meus louros mel passaram a louros com um toque de strawberry, muito discreto e até ensaiei uma madeixa mais cor-de-rosa (yes, for real) que sai ao fim de 3 lavagens. Usámos a coloração Igora (que eu já tinha experimentado há uns tempos atrás) e também os novos tons rosa da linha BlondeMe. Para um efeito “madeixa” muito suave, usámos o Instant Blush (que existe em rosa, em Ice (gelo) e azul). Quem segue as minhas stories no Insta viu tudo a acontecer no momento mas prometo colocar uma foto da cor, mais em pormenor num post do Insta, em breve.

More on
Instagram // snapchat // youtube // bloglovin

 

For english click below

Continue reading…

  • Obrigado por deixar um comentário. Os códigos HTML permitidos são strong, code, e href.

Permalink:

O champô seco é um dos meus produtos de Beleza favoritos porque…

Gigi Hadid © Getty Images

Gigi Hadid © Getty Images

Como editora de Beleza – e mulher – há mil produtos de beleza sem os quais não posso viver. Creme com SPF alto, BB e CC creams, bases, máscaras de rosto, máscaras de pestanas… há muito poucos produtos que me aborrece experimentar. Nem me consigo lembrar de nenhum. Com texturas cada vez mais mirabolantes e eficazes, seja na maquilhagem ou no tratamento de rosto, a vontade começa logo que recebo um novo produto e tenho por hábito levar sacos cheios para casa, convencida que os vou testar a todos no fim de semana seguinte. Já aprendi mas ainda não me emendei, que isso é literalmente impossível (senão, não tinha tempo de mimar a família. E de estender a roupa, claro).

Bom mas este post é sobre champôs secos o que até vem à conversa porque, com a vida agitada que eu – e toda a gente leva – eles foram a melhor invenção do século. Do passado e deste. Vá e de todos daqui para a frente porque acredito seriamente que veremos muito champôzinho seco nas Estações Espaciais e nas bases em Marte. E por aí fora. De repente ocorre-me que os aliens nunca têm cabelo e eu posso estar enganada: se calhar no futuro seremos todos carecas. Ok, vou esquecer essa visão e voltar ao tema.

A vida sem champô secos era uma tortura. No dia seguinte àquele cool “next day hair” em que estavamos sempre com a pinta da Kirsten Stewart, seguia-se o “3º famigerado dia” em que nem um pony-tail nos safava de parecer que, enfim, éramos daquelas preguiçosas  – to say the least – que não lavavam a cabeça.  Os primeiros a aparecer no mercado eram um pouco “difíceis” de usar, basicamente cobriam a cabeça de um pó branco que depois escovavamos e aquilo até podia ficar “lavado” (na verdade, o pó apenas absorve a gordura, nao “lava”, né?) mas a vida deu muitas voltas, fomos a Marte, o Trump concorreu e foi eleito (pensei nele ao escolher a imagem para a abertura deste post) e a qualidade dos champôs secos melhorou iiiiiii-men-soooo.

O champô seco é dos meus favoritos de Beleza porque:

  • Nos salva naqueles dias de manhã em que acordamos 10 minutos mais tarde e já não dá para lavar e pentear o cabelo em condições. Vooooomp! Champô seco neles.
  • Estamos em casa ao fim-de-semana, tipo em fato de treino e rabo-de-cavalo a arrumar a colecção de perfumes e o enteado liga a dizer que está por perto e vem dali a 5 minutos dar um beijinho à irmã. Só que traz a namorada e mais 2 amigos.  Vooomp! Champô seco neles.
  • O atiramos para dentro da mala de viagem numa daquelas idas a Paris em que o cabelo sai de casa lavado, penteado, alisado e maravilhoso mas aterra em Orly acachapado na parte de trás e com a electricidade estática de uma televisão antiga. Vooooomp! Champô seco neles.
  • Resolvemos inventar que dominávamos o ferro de enrolar e fizemos – durante horas e com algumas queimaduras nos dedos – imensas ondas a achar que íamos ficar como o cabelo da Gisele na praia ou a Gigi a sair de casa em Nova Iorque mas acabamos a parecer a Eva Longoria nas Perfect Housewives, com caracóis bimbos que até dói. Vooooomp! Champô seco neles.
  • Estamos na manhã “3º famigerado dia” mas o gato vomitou no tapete e as calças de fato-de-treino da filha afinal não secaram durante a noite e, em vez de duche e lavar o cabelo, gastamos o tempo a lavar o chão e a secar as calças da miúda com o secador (obrigada por existires, Dyson!) Fazemos um pony-tail-chique mas antes: Voooomp! Champô seco neles.
  • Queremos dar um ar muito, muito à frente, como se tivessemos madeixas de cabelo branco/cinza espalhadas pelo cabelo e, sem pentear de seguida: Voooomp! Champô seco neles.

    Aqui vos deixo a galeria com alguns dos meus favoritos, testados e aprovados em todas as circunstâncias mencionadas. Juro que são todas verdadeiras.

 

 

More on
Instagram // snapchat // youtube // bloglovin

For english click below

Continue reading…

  • Obrigado por deixar um comentário. Os códigos HTML permitidos são strong, code, e href.