Analytics
Beauty Airlines Menu

See

Permalink:

VOGUE Beleza, já nas bancas! (não vai mesmo querer perder)


Chegou hoje às bancas a Vogue de Junho com o suplemento VOGUE BELEZA, a coisa mais linda aqui da mãe editora de Beleza (foram 5 semanas de gestação que pareceram nove meses, eu juro).

Foi feita com muito amor e carinho por uma equipa fantástica e dedicada que até estopinhas suou, submeteu-se a tratamentos estéticos, visitou spa’s e hotéis, testou receitas, exercícios, perfumes, maquilhagem, adelgaçantes e protectores solares.

Tudo para si! <3 

Para lhe contar quais os tratamentos mais eficazes (descubra quantos quilos e quantos centímetros perdemos e olhe que não foram poucos!), para lhe mostrar os exercícios que a vão ajudar a conquistar uma barriguinha e um derriére de sonho, as tendências de maquilhagem e cabelo que vai querer usar este verão e, muito, muito mais.

Eu sei que sou suspeita mas é um dos suplementos mais bonitos, completos e recheados em que participei (e já ando a virar destes “frangos” há uns anitos, trust me) 😉

CORRAM para as BANCAS!

bj!

Permalink:

Press-trip: Madrid com Chanel

De 2ª para 3ªf dei um pulinho a Madrid (19horas no total é um pulinho, certo?) para marcar presença no Chanel Open-Day, um evento para a imprensa espanhola e portuguesa com uma parte da colecção Out/Inv de moda da marca, The Brasserie (vejam no link, o desfile foi espantoso) e também algumas novidades de Beleza, ainda para este verão:

–  a colecção Mediterranée, dedicada ao verão, sol e praia, com tons vibrantes e um compacto bronzante, lindo (não percam o suplemento de Beleza com a Vogue de Junho para um preview muito especial…)

– novidades da linha Les Beiges, com novos tons nos pós compactos, novos blushes em stick (que adorei!), novos vernizes (todos beiges, todos lindos) e um lip balm muito yummy.

– um novo perfume Chance: Eau Vive, uma declinação composta por Olivier Polge, o filho do perfumista residente, Jacques Polge (do qual sou absolutamente fã). Esta nova eau é frutada, acidulada, doce quanto baste e embora eu não adore este tipo de aroma “guloso”, tem um quê de elegância que o promove de meramente mais juvenil para jovem e elegante. Well done, Olivier!

Aqui ficam alguns apontamentos da viagem-relâmpago!

ps. ficámos no Hotel The Principal, ao lado da Gran Via, com um terraço fantástico, quartos giríssimos (um nadinha quentes, mesmo com o AC em off), um pequeno-almoço apetitoso e um restaurante, Atica, com o menu assinado pelo 2xs etoilée Michelin, Ramon Freixa.

  

  

  

  

  

  

  

  

 

Permalink:

Beauty at the Oscars: quem ganhou e quem perdeu

Beauty Airlines Mosaico

Ontem à noite fui aos Oscares em Lisboa! A convite de Giorgio Armani Beauty, um grupo reduzido de jornalistas e bloggers passou a noite no Ritz Four Seasons em Lisboa, para assistir à Red Carpet e cerimónia, na Suite Presidencial do hotel.
Neste bem pensado evento de relações públicas da marca Giorgio Armani, estavam preparadas algumas acções antes de começarem as aparições na passadeira vermelha: um mini-soin de rosto, com a linha Crema Nera e a utilização de pedras obsidianas. Quase que desisti do resto da noite, com a massagem tranquila no rosto!

De seguida, uma estação de maquilhagem para nos fazer um look-Hollywood-em-Lisboa. Adorei experimentar as novas sombras Eye Tint, uma espécie de sombra/eyeliner líquido com sparkle mas que (não se assustem!) é perfeitamente modulável, sobreponível e não “migra” para as rugas de expressão. Fiz um smokey eye com a mistura do tom cinza com o tom azul e durou impecável, até às tantas!
Por fim, um ponto de manicura para testar os novos tons de vernizes, lindos e cintilantes!

O resto da noite foi passado em frente ao grande écran, entre risos e apostas e comentários sobre os vestidos das estrelas e os looks de maquilhagem e a sábia intervenção de Rui Tendinha, o convidado especial da noite e o expert de cinema da VOGUE.

Fiz uma pequena-grande selecção dos visuais que mais me impressionaram, no bom e no menos bom sentido.

E para vocês, qual foi a grande Beauty-vencedora?

Emma Stone

Emma Stone optou por um penteado assimétrico com ondas que lhe ficava muito bem, feito por uma hairstylist da L’Oréal Paris, of course. A maquilhagem esteve a cargo de Rachel Goodwin que usou um lápis de contorno de lábios da Chanel, o Lip Definer no tom Rouge Candy e o batom da Revlon Ultra HD no tom Tulip.

* Emma Stone estava nomeada para o Oscar “Actress in a Supporting Role” pelo desempenho em Birdman

Dakota Johnson

Dakota Johnson optou um rabo de cavalo demasiado simples no meu entender. Parecia que tinha saído das gravações do 50 Shades, de uma cena mais “quente” e que só tinha tido tempo de fazer um apanhado desajeitado que não estava totalmente de acordo com o bonito vestido Saint Laurent. A maquilhagem estava também simples mas elegante, com um batom vermelho [os “bold lips” estiveram em destaque nesta edição dos Oscares].

* Dakota foi uma das apresentadoras dos Oscares de 2015.

Sienna Miller

Sienna Miller escolheu um “boho vibe”, muito ao seu estilo pessoal mas fico com a sensação que já começam a notar-se algumas intervenções estéticas discretas mas que lhe começam a alterar a fisionomia, ela parece muito mais velha (e menos gira) do que é. A maquilhagem de Charlotte Tilbury não ajudou tanto como deveria… Nem o fabuloso Magic Cream (um dos meus favoritos da marca de Tilbury) a salvou.

* Sienna assumiu a personagem de Taya, mulher de Chris (Bradley Cooper) em American Sniper, filme que recebeu 5 nomeações: Actor in a Leading Role (Bradley Cooper), Adapted Screenplay, Film Editing, Sound Editing, and Sound Mixing.

Marion Cotillard

Marion Cotillard marcou pela maquilhagem descomplicada e elegante, um delineado simples e uma boca nude, que iam ao encontro do penteado torcido, baixo, caindo para um dos lados.

* Cotillard estava nomeada para o Oscar “Best Actress” pelo desempenho em Two Days, One Night.

Margot Robbie

Margot Robbie mudou de visual para os Oscares, tendo cortado o longo cabelo num long bob que lhe fica muito bem. O foco da sua maquilhagem estava na magnífica cor dos lábios. [parece que era o Opaque Rouge da Hourglass, na cor Raven). No ano passado, Margot Robbie deu nas vistas em “O Lobo de Wall Street”, um papel que a despolotou para o estrelato.

* Nestes Oscares, Robbie apresentou o Oscar para “Best Film Editing” e o Prémio Gordon E. Sawyer [ prémio recebido por David W. Gray pelo trabalho que desenvolveu ao longo da sua vida em engenharia de som ]

Lupita

Lupita Nyong’o nem sequer precisou de uma nomeação ou de até mesmo da presença num filme nomeado para deslumbrar nesta “Red Carpet”. O seu vestido Calvin Klein tinha mais de 6mil pérolas bordadas e resultou de forma feliz na belíssima Lupita.

* A actriz usou tons esfumados em prata, opção que se destacou na sua maravilhosa pele negra, maquilhagem que ainda completou com um batom cor de vinho. Um dos meus looks preferidos da noite, sem dúvida.

Felcity Jones

Felicity Jones escolheu um vestido que parecia ter comprado na loja da Disney (hello Frozen…) e não assumiu riscos na maquilhagem (ainda bem). A actriz optou por um delineado básico e elegante e o cabelo preso num coque com a franja solta, uma opção simples e sempre chique.

* Jones estava nomeada para o Oscar “Best Actress” pelo desempenho em The Theory of Everything.

Jennifer Aniston

Jennifer Aniston estava irrepreensível com um look fresco e elegante mas… parecia que faltava qualquer coisa. O look de make-up era Chanel e o cabelo estava lindo mas sempre correcta e sem surpresas, o boneco de Aniston torna-se… boring.

* Aniston surgiu no tapete vermelho com o noivo Justin Theroux. Embora o desempenho de Jennifer em “Cake” tivesse ficado de fora das nomeações, a actriz esteve em palco apresentando um dos prémios da noite.

Cate Blanchett

Cate Blanchett não precisa de fazer muito (ou nada!) para estar sempre linda. Sempre polida e elegante, a actriz optou por um apanhado clássico e um look polido em tons nude. Nada a dizer mas também não me surpreendeu.

* A actriz de 45 anos, apresentou o prémio para “Best Actor” prémio onde estavam nomeados Steve Carell, Michael Keaton, Eddie Redmayne, Benedict Cumberbatch, e Bradley Cooper. No ano passado, Blanchett levou para casa o prémio de “Melhor Actriz” pelo seu trabalho em Blue Jasmine.

87th Annual Academy Awards - Arrivals

Naomi Watts esteve fantástica, para mim dos melhores looks da noite, com um maravilhoso vestido Armani Privé que lhe ficava lindamente e uma maquilhagem cuidada onde se destacavam os lábios vermelhos escuros. O cabelo estava bem, um long bom parecido ao de Margot Robbie (ou o desta é que era parecido ao de Naomi) mas quase na fronteira de ser “de menos” do que “no ponto”.

* Diziam os entendidos que domingo era noite B, de “Birdman”. E assim se confirmou. O filme realizado pelo mexicano Alejandro González Iñárritu, venceu quatro estatuetas e entre o elenco vencedor estava Naomi Watts, que desempenha o papel de Lesley, uma mulher doce e sentimental.

Scarlett Johansson

Scarlett Johansson as opiniões dividem-se mas, quanto a mim, Miss Scarlet está com um pezinho do território Osbourne ou até Kardashian… A maquilhagem estava simples mas, com aquele vestido verde e o arrojado side-cut parecia que ia entrar numa versão moderna de Mad Max. É o meu look menos preferido da noite (quase ela por ela com as luvas de lavar loiça da Lady Gaga…)

* Scarlett, que foi mãe recentemente e já está totalmente recuperada, foi uma das apresentadoras convidadas.

Rosamund Pike

Rosamund Pike não sou fã de Rosamund mas, depois do desastroso vestido branco dos Golden Globes, a escolha neste look foi mais cuidadosa. O vestido Givenchy assentava-lhe bem e até os sapatos a condizer estavam spot-on. O cabelo estava fantástico (mais um apanhado clássico, sem grande história) e a maquilhagem muito correcta, nude mas muito elegante e luminosa. Adorei!

* Rosamund Pike estava nomeada pelo o Oscar de “Best Actress” pelo desempenho em Gone Girl.

Patricia Arquette

Patricia Arquette não me convenceu na sua escolha de vestido nem de visual (a determinada altura, antes da cerimónia, parecia desgrenhada, como se tivesse caído das escadas abaixo…) mas bem sei que as suas prioridades são outras que o glamour de Hollywood e tiro-lhe o chapéu por isso. Gosto destes statements também.

* Arquette venceu o Oscar na categoria de “Best Supporting Actress” pelo desempenho em Boyhood.

Nicole Kidman

Nicole Kidman conseguiu parecer menos botoxada do que o costume e estava radiante, bonita e descontraída (ao contrário da maioria das actrizes na Red carpet). O cabelo estava impecável – adorei o corte e a franja – e a make-up simples em nude apostava apenas nos olhos e numas pestanas gigantes que resultaram muito bem.

* Nicole Kidman foi uma das apresentadoras na cerimónia dos Oscares deste Domingo.

87th Annual Academy Awards - Arrivals

Meryl Streep ficou na sua zona segura (e ainda bem) pois estava lindíssima! Polida, elegante, sem invenções mas vestida e arranjada à altura desta Red Carpet. Os brincos eram fantásticos e a make-up nude estava perfeita mas a sombra evidenciava um pouco as rugas e a expressão cansada do olhar de Merryl nesta noite.

* Streep também estava nomeada para a categoria de “Best Supporting Actress” pelo papel que desempenhou em Into The Woods. Em 2012, Streep venceu o prémio de “Best Actress” com o fantástico desempenho em “ The Iron Lady”.

Gwyneth Paltrow

Gwyneth Paltrow parecia cansada apesar da imensa luminosidade que a sua especialista de pele, a Sonya Dakar, lhe imprime ao rosto. A maquilhagem neutra evidenciava os olhos mas também sublinhava um pouco a expressão cansada e as poucas rugas que la Paltrow tem. O cabelo estava fantástico mas (mais um) sem grande história.

* Gwyneth Paltrow destacou-se como uma das apresentadoras que marcou presença na cerimónia dos Oscares. Em 1999, a actriz ganhou o prémio de “Best Actress” no papel que desempenhou em Shakespeare in Love.

Julianne Moore

Julianne Moore usou um vestido Chanel demasiado previsível que não parecia ter sido realmente feito para o estilo dela mas, o restante visual estava maravilhoso, elegante e sóbrio, digno de uma Senhora Actriz. Adorei o eyeliner discreto, levemente retro, combinado com os lábios rosa.

* Pela primeira vez na carreira, Moore levou a estatueta de “Best Actress”, pelo seu papel no filme “Still Alice”. Na corrida ao prémio estavam as candidatas Marion Cotillard, Felicity Jones, Rosamund Pike e Reese Witherspoon .

 

 

 

 

 

  • Obrigado por deixar um comentário. Os códigos HTML permitidos são strong, code, e href.

Permalink:

A não perder: L’Espace Parfums, da Chanel, no El Corte Inglés.

A abertura do “L’Espace Parfums” no El Corte Inglés, em Lisboa, é a novidade do ano (ou da década!) para as fiéis amantes da marca e dos perfumes Chanel! Até agora, a fa-bu-lo-sa colecção de perfumes “Les Exclusifs” só estava disponível para compra em boutiques Chanel ou espaços dedicados… no estrangeiro.

“Les Exclusifs” é uma colecção de Alta perfumaria (um pouco como a Alta Costura na Moda), iniciada por Ernest Beaux, o perfumista de Coco Chanel e, actualmente, por Jacques Polge, o Master Perfumer da Maison. Agora, neste espaço único e que recria o ambiente que encontramos em qualquer boutique da marca com a colecção “Les Exclusifs”, já pode encontrar os 14 perfumes, 7 essências e um creme de corpo muito especial (que retém as moléculas do cheiro do perfume que se vaporiza por cima). Cada perfume é inspirado na vida de Garbrielle Chanel, nos seus locais favoritos, os materiais que adorada e os símbolos que ela sempre seguia. Sou apaixonada por perfumes há muitos anos, mesmo antes de ser editora de Beleza e não conheço uma outra colecção, de apenas uma marca, onde existam tantos perfumes que me deixam verdadeiramente assombrada com a qualidade da construção olfactiva e da composição final. Da história e referências por trás de cada aroma, aos ingredientes utilizados (não são poupados recursos ou esforços na utilização dos materiais mais nobres e qualitativos), cada perfume é uma autêntica viagem olfactiva cuja construção se consegue admirar da mesma forma que admiramos um vestido de Alta-Costura.
Para uma experiência única (gratuita) e para entrar de forma inédita (em Portugal) no Universo Chanel, não deixe de visitar este salão de consulta privada onde um especialista da marca a acompanha uma autêntica viagem sensorial , sobre uma “Mesa Olfactiva” onde provadores em papel a leva a descobrir cada um dos aromas…

Beauty Airlines Chanel el corte Bar Olfactif

Beauty Airlines Chanel el corte

O meu favorito…
Conheço quase todos de cor (e tenho a sorte de já ter alguns deles na minha colecção de perfumes) mas há um que ainda hoje me deixa arrebatada: o “Nº18”.
O Nº 18 representa a morada da boutique de jóias de Chanel, no número 18 da Place Vendôme em Paris, mesmo em frente ao hotel Ritz, onde Coco viveu durante muitos anos. Chamam-lhe um floral “radiante” e está descrito também como uma peça de joalharia fina onde impera um acorde de Ambrette. Jacques Polge, criou esta obra prima em 2007, em homenagem ao Universo das jóias que Gabrielle Chanel tanto adorava. Para mim, fecho os olhos e ocorre-me o “cheiro” dos diamantes, um aroma acidulado mas doce e reconfortante, ao mesmo tempo, num jogo de “claro/escuro”, de sensações facetadas, inesperadas e nada evidentes.
É um dos meus perfumes preferidos de sempre, não só nesta colecção como em todos os que conheço.

Beauty Airlines Les Exclusifs 14

  • •••
  • Obrigado por deixar um comentário. Os códigos HTML permitidos são strong, code, e href.

Permalink:

Press-trip: com a La Prairie em Interlaken…

  • Ana

    Olá! Venho convidar-te a visitares o meu novo blog: HAPPIER – Dicas para uma vida mais feliz.
    Nele escrevo sobre pequenas atitudes e dicas que podes seguir para te sentires melhor, e assim, seres mais feliz!
    Espero que gostes 🙂

    Ana

  • Obrigado por deixar um comentário. Os códigos HTML permitidos são strong, code, e href.