Analytics
Beauty Airlines Menu

travel-friendly

Permalink:

I wish… Gita, a mala que anda sozinha

 

Olá, chamo-me Gita e sou uma mala que anda sozinha. Isto era o que diria este pequeno robot azul se pudesse apresentar-se. Calma, eu passo a explicar. Mais conhecido pelas motos Vespa, o grupo Piaggio apresentou recentemente os primeiros produtos fruto do seu centro americano para o desenvolvimento da mobilidade inteligente, o Piaggio Fast Forward. A Gita é um deles.

De aspecto simples, entre as suas habilidades ela consegue carregar cerca de 18 kg e segue-nos até aos 35 km/h. Ou seja, podemos ir até de bicicleta que ela anda ao mesmo ritmo. Ah, e se a deixarmos sozinha também não se perde! Resumidamente, tudo aquilo que me daria jeito nas dezenas de viagens (e quilos de bagagem) que acumulo por ano.

Piaggio, quando houver preço e data de lançamento avisem! Quero tirar senha 😉

 

More on:
Instagram // snapchat // youtube // bloglovin

  • Obrigado por deixar um comentário. Os códigos HTML permitidos são strong, code, e href.

Permalink:

Root concealers: os melhores produtos de retoque de raízes

Fui à raiz do problema e encontrei os melhores produtos de retoques capilares. Ou root concealers, que é o nome meio que ‘oficial’, e uma forma mais composta de dizermos que não tivemos tempo de ir ao cabeleireiro. Perdoem a falta de glamour mas, como já devem ter reparado, sou fã de soluções rápidas e práticas.

Os root concealers são uma espécie de champôs secos com cor. Mais ou menos da mesma forma que os BB cream são cremes hidratantes com cor. Disfarçam a diferença de tons no cabelo e a maioria também os cabelos brancos. Este tipo de produto está na lista de preferidos daquelas minhas amigas a quem começam a aparecer os primeiros e não sabem lidar com o assunto. Tipo eu. 

Os sprays de retoque de raízes aplicam-se a alguns – 10, 15 – centímetros do cabelo (mas nada como consultar as instruções dos produtos) e habitualmente saem com uma lavagem. Cuidado ao mexerem no cabelo com o produto aplicado pois pode manchar as unhas e… denunciar-se a meio de uma reunião de trabalho (been there, done that…).

E não podia terminar este artigo sem confessar que… Antes de trazer um stock destas coisas de cada vez que ia a NY ou Londres, aplicava máscara de pestanas castanha! Como tinha poucos cabelos brancos, era uma operação cirúrgica. Sou uma mente beauty aberta… Já alguém experimentou outras técnicas? Quais os vossos truques capilares?

Façam tag aos vossos truques com #BeautyAirlines e mandem perguntas com #OhSusana, na minha última foto de instagram. 😉

More on
Instagram // snapchat // youtube // bloglovin

  • Obrigado por deixar um comentário. Os códigos HTML permitidos são strong, code, e href.

Permalink:

O champô seco é um dos meus produtos de Beleza favoritos porque…

Gigi Hadid © Getty Images

Gigi Hadid © Getty Images

Como editora de Beleza – e mulher – há mil produtos de beleza sem os quais não posso viver. Creme com SPF alto, BB e CC creams, bases, máscaras de rosto, máscaras de pestanas… há muito poucos produtos que me aborrece experimentar. Nem me consigo lembrar de nenhum. Com texturas cada vez mais mirabolantes e eficazes, seja na maquilhagem ou no tratamento de rosto, a vontade começa logo que recebo um novo produto e tenho por hábito levar sacos cheios para casa, convencida que os vou testar a todos no fim de semana seguinte. Já aprendi mas ainda não me emendei, que isso é literalmente impossível (senão, não tinha tempo de mimar a família. E de estender a roupa, claro).

Bom mas este post é sobre champôs secos o que até vem à conversa porque, com a vida agitada que eu – e toda a gente leva – eles foram a melhor invenção do século. Do passado e deste. Vá e de todos daqui para a frente porque acredito seriamente que veremos muito champôzinho seco nas Estações Espaciais e nas bases em Marte. E por aí fora. De repente ocorre-me que os aliens nunca têm cabelo e eu posso estar enganada: se calhar no futuro seremos todos carecas. Ok, vou esquecer essa visão e voltar ao tema.

A vida sem champô secos era uma tortura. No dia seguinte àquele cool “next day hair” em que estavamos sempre com a pinta da Kirsten Stewart, seguia-se o “3º famigerado dia” em que nem um pony-tail nos safava de parecer que, enfim, éramos daquelas preguiçosas  – to say the least – que não lavavam a cabeça.  Os primeiros a aparecer no mercado eram um pouco “difíceis” de usar, basicamente cobriam a cabeça de um pó branco que depois escovavamos e aquilo até podia ficar “lavado” (na verdade, o pó apenas absorve a gordura, nao “lava”, né?) mas a vida deu muitas voltas, fomos a Marte, o Trump concorreu e foi eleito (pensei nele ao escolher a imagem para a abertura deste post) e a qualidade dos champôs secos melhorou iiiiiii-men-soooo.

O champô seco é dos meus favoritos de Beleza porque:

  • Nos salva naqueles dias de manhã em que acordamos 10 minutos mais tarde e já não dá para lavar e pentear o cabelo em condições. Vooooomp! Champô seco neles.
  • Estamos em casa ao fim-de-semana, tipo em fato de treino e rabo-de-cavalo a arrumar a colecção de perfumes e o enteado liga a dizer que está por perto e vem dali a 5 minutos dar um beijinho à irmã. Só que traz a namorada e mais 2 amigos.  Vooomp! Champô seco neles.
  • O atiramos para dentro da mala de viagem numa daquelas idas a Paris em que o cabelo sai de casa lavado, penteado, alisado e maravilhoso mas aterra em Orly acachapado na parte de trás e com a electricidade estática de uma televisão antiga. Vooooomp! Champô seco neles.
  • Resolvemos inventar que dominávamos o ferro de enrolar e fizemos – durante horas e com algumas queimaduras nos dedos – imensas ondas a achar que íamos ficar como o cabelo da Gisele na praia ou a Gigi a sair de casa em Nova Iorque mas acabamos a parecer a Eva Longoria nas Perfect Housewives, com caracóis bimbos que até dói. Vooooomp! Champô seco neles.
  • Estamos na manhã “3º famigerado dia” mas o gato vomitou no tapete e as calças de fato-de-treino da filha afinal não secaram durante a noite e, em vez de duche e lavar o cabelo, gastamos o tempo a lavar o chão e a secar as calças da miúda com o secador (obrigada por existires, Dyson!) Fazemos um pony-tail-chique mas antes: Voooomp! Champô seco neles.
  • Queremos dar um ar muito, muito à frente, como se tivessemos madeixas de cabelo branco/cinza espalhadas pelo cabelo e, sem pentear de seguida: Voooomp! Champô seco neles.

    Aqui vos deixo a galeria com alguns dos meus favoritos, testados e aprovados em todas as circunstâncias mencionadas. Juro que são todas verdadeiras.

 

 

More on
Instagram // snapchat // youtube // bloglovin

For english click below

Continue reading…

  • Obrigado por deixar um comentário. Os códigos HTML permitidos são strong, code, e href.