Analytics
Beauty Airlines Menu

Permalink:

Nicolas Degennes – o génio da Givenchy

Se já deitaram as mãos à VOGUE de Março, (vejam aqui a CAPA, fotografada pelos nossos queridos followers) e se são também meus followers :P, devem ter visto o artigo da pagina 76, “Nicolas De Génio” (para Nicolas Degennes, gosto sempre de um bom trocadilho)…
Este artigo nasceu da minha entrevista, com ele, em Paris, em Novembro do ano passado, quando fui conhecer em primeira mão a coleção de maquilhagem Spring 16, “La Revelation Originelle”. Já não foi a primeira entrevista e trust me, o Nicolas Degennes, não é o habitual maquilhador, vale a pena lerem o artigo para conhecerem melhor este director criativo.

Nesse evento foi também apresentado o novo batom Rouge Interdit Vinyl, um piscar de olhos a uma alta-costura-sweet, em maquilhagem. Nicolas também me falou um pouco sobre este novo batom, uma novidade que também podem ver melhor neste post da Vogue.pt. Quando falei com Nicolas Degennes em Paris, trouxe comigo esta pergunta “extrinha”, um exclusivo especial para os meus Beauty Airliners 🙂

SC- Quais são as maiores inovações das novidades Spring de Givenchy?

ND – Em Givenchy, quando há novos lançamentos, falamos apenas de inovações! A primeira [inovação], é o batom Rouge Interdit Vinyl, que vai continuar à venda, quando a coleção de primavera for substituída. Brilha pela textura e não por ter algum ingrediente reflector ou madrepérola, na sua composição. Realmente odeio madrepérola nos batons! Temos andando a “brincar” e a testar um ingrediente chamado Óleo de Rosa Negra que provém realmente de uma rosa negra, é o seu óleo que dá o brilho à fórmula.

Estou a chamar a esta linha a “Sweet Couture”, pois já lançamos o batom Rouge Givenchy que é totalmente couture com a sua embalagem exterior feita em couro. A embalagem de Rouge Interdit Vinil é feita com um pedaço de fita de seda, a minha versão “sweet” de couture. Como sabe, a Givenchy é inequivocamente uma marca de couture mas, tal como Riccardo Tisci também está a fazer na moda, é uma abordagem mais “doce” à Couture. São como opostos, que simultaneamente se ligam.

Queria criar uma nova embalagem com a fita de tecido, que está a fazer tudo, definir a embalagem por si só com os efeitos prateados/metálicos. Em relação à textura, é incrível porque é leve com efeito hidratante, sem ser um bálsamo, tem uma cobertura incrível, ao mesmo tempo é um batom muito brilhante, que não é um gloss, é outra coisa. O que realmente aprecio nele é o seu brilho e modo como a textura dá vida aos lábios.

Este batom, com a cor preta chama-se Noir Révelateur e revela uma cor diferente consoante o pH e a cor natural da pele dos lábios de cada mulher. Será uma cor de batom diferente de uma mulher para outra.

Em relação aos visuais da campanha, queria que expressassem a partilha deste estado de espírito com as amigas, um grupo de raparigas, um gang, a família, a fazerem coisas juntas, de uma maneira muito Givenchy.

 

  • Rouge Interdit Vinyl custa € 33 e estará disponível em 12 cores, incluindo a cor “star” Noir Révelateur. Tem uma finalização de cor intensa mas luminosa, uma cobertura média e um efeito plump.

  • Obrigado por deixar um comentário. Os códigos HTML permitidos são strong, code, e href.